Edinho Leite explica a sinuca de bico que envolve a litragem e a busca pela prancha ideal.

Shane Dorian confia em John Carper. A litragem final de cada prancha é apenas o resultado de medidas básicas e acertos realizados pelo shaper dentro de um design com intenções específicas.

O apego aos números pode não ser bom quando você quer uma prancha que funcione.
Outro dia, ouvi a conversa de um fabricante com um dos shapers que trabalha com ele e fiquei com a pulga atrás da orelha. Um cliente havia pedido um modelo de prancha X com medidas especificadas por ele.

O problema é que havia mais um detalhe. O cliente queria aquelas medidas com um volume, em litros, que ele achava adequado. Isso tudo poderia até funcionar, não fosse o fato de que, dentro daquele modelo, com aquelas medidas, o tal volume não caberia. Sinuca de bico.

Já conversei sobre isso com vários shapers e eles confessam que essa história de litragem acabou criando situações complicadas. O cara pede uma prancha, define as medidas e quer que caiba a litragem que ele acha correta. Algumas modificações podem conferir a um modelo uma variação de volume sem alterar o modelo em si, mas isso tem seus limites. Por isso você deve confiar no seu shaper e deixar alguns detalhes a cargo dele.

Pegar uma prancha na mão pode ser mais importante do que checar seus números.

Imagine que você tem uma bexiga, um balão, cheio de água, e quer que ele mantenha aquela mesma forma, só que com mais água dentro. Não é possível, da mesma maneira que não dá para colocar mais volume, criado pelo poliuretano ou EPS que vai dentro da prancha, sem alterar as medidas da prancha ou sua forma final.

Ok, até dá. Só que aquele modelo X não terá mais as mesmas características. Você teria que alterar o foil, largura de bico e rabeta, etc. Ou seja, na hora de encomendar uma prancha, não se apegue tanto a números. Eles ajudam, mas nem sempre definem o que pode ser uma prancha melhor para você e suas intenções.

Claro, para cada tipo de prancha e surfista existem limites. Você não quer uma prancha que não te sustente ou fique fora de controle por ter muito volume para você. Por isso é sempre bom procurar um shaper, ou alguém que te ajude na loja, em quem você possa confiar. Eles saberão a equação mais certa para você. Acredite, uma prancha funciona muito além dos números.

Pranchas diferentes para diferentes intenções. As duas parecem funcionar bem nos pés do Torren Martyn, mas você acha que elas têm o mesmo volume?

Fonte: Waves

Produtos para você