Entenda as utilidades da fibra e resina no mundo industrial

Você conhece ou sabe o que é resina? Consiste em composto orgânico proveniente do petróleo, que muda do estado líquido para o sólido através de um processo químico chamado de polimerização.

Este processo é caracterizado por combinar o maior número de moléculas a fim de transformá-las numa macromolécula.

Tipos de resina

Existem diferentes tipos de resina, como por exemplo:

  • Resina fenólica: resistente a impacto, corrosão e alta estabilidade térmica;
  • Resina de poliéster cristal: flexível e resistente ao calor;
  • Resina policarbonato: resistente à manchas e alto índice de refração;
  • Resina poliamidas: fácil moldagem, resistente à abrasão, alta durabilidade;
  • Resina epóxi: alta adesão;
  • Resina poliamida aromática: resistente a altas temperaturas.

A resina é como um plástico líquido, que por sua vez, é transformado em estado sólido quando misturado a um agente “endurecedor”, que recebe o nome de catalisador.

No processo de secagem química, a resina e o catalisador esquentam, e então ela não derrete mais.

Geralmente, este produto é utilizado industrialmente na confecção e conserto de automóveis, como é o caso de moto e barcos. Além disso, também pode ser utilizado no artesanato, em fantasias, figurinos e outros artefatos.

resina de poliester transparente, ou resina cristal, pode ser utilizada com revestimentos que necessitem de transparência como é o caso da confecção de artesanatos.

Além disso, podem compor peças maciças, decoração, tampos de mesa, bijuterias, estátuas e qualquer outro artefato que precise de uma finalização transparente.

Ela possui ótima fluidez e maleabilidade, além de dispensar o uso de desmoldantes. É importante que, após seu uso, os moldes utilizados sejam devidamente lavados com água e sabão neutro, de modo a preservar a durabilidade dos produtos.

Quanto ao uso do catalisador, deve-se tomar muito cuidado para não ultrapassar a proporção de 3% em massa/peso.

É preferível fazer o uso da balança para obter medidas mais precisas.

Tipos de fibras

Você já ouviu falar da Fibra de aramida? Ela é muito conhecida no mercado industrial por ser semelhante à fibra de carbono e por possuir mais vantagens.

Além de possuir alta resistência à abrasão, deixando a superfície do laminado protegida, ela é muito utilizada em objetos que sofrerão impactos pontuais como, por exemplo, coletes à prova de balas, cintos de segurança e blindagem de veículos.

Os tecidos de fibra de aramida estão disponíveis em diversos tipos de espessuras, tramas, gramaturas, podendo estar ou não combinadas com a fibra de vidro ou de carbono.

Seu uso é mais comum na fabricação de artigos de vestuário, acessórios e equipamentos de segurança resistentes a cortes.

Possui alta durabilidade, leveza e força. Além disso, também não conduz eletricidade, ótimo recurso para trabalhos subaquáticos.

Também pode ser misturado com a fibra epóxi a fim de proporcionar reforços juntamente às linhas de transmissão ou de comunicação, não oferecendo, entretanto, interferência eletromagnética às ondas de rádio e de instrumentação.

Possui ótima resistência química à corrosão, solventes, combustíveis, detergentes e outros agentes, inclusive substância provenientes do mar, quando utilizadas nesse ambiente.

A fibra epóxi é uma tinta plástica e impermeável, utilizada na pintura de materiais feitos em metal como caixilhos ou de ambientes que ficam expostos a umidade.

Esta resina é um plástico que endurece quando misturado com um agente catalisador ou “endurecedor”.

Ela é conhecida como um tipo de cola capaz de oferecer altos níveis de propriedades de ligação que se superam em relação às colas comuns. Para encontrá-la na internet, basta buscar por resina epoxi preço.

Foi criada para oferecer ligações mais potentes, juntamente a uma camada dura de proteção. Um de seus componentes é o bisfenol-A, que além de ser muito eficiente quanto a colagem, mantém a rigidez necessária para não haver o desligamento.

Além dela, também há a fibra feita de carbono, que é um material sintético e é composto por filamentos constituídos de carbono. Entretanto, há outros compostos utilizados para a produção dos filamentos e sustentação das fibras.

Mas, o que faz da fibra de carbono um material tão utilizado nas indústrias ao redor do mundo? Ela é muito leve e possui força, sendo uma ótima opção para o ferro.

Por este motivo ela é utilizada em aeronaves, bicicletas, tacos, raquetes, painéis de carros e outros materiais de alta resistência.

Outros produtos de fibra de vidro

Ainda é possível encontrar a Manta de fibra de vidro. Ela é um tecido bidirecional de fibra e é feito para ser utilizado em resinas de poliéster, epóxi, fenólicas ou éster vinílicas.

Seu uso é recomendado na laminação manual de peças que necessitam de alta resistência mecânica à tração e impacto.

Este tecido possui diversas formas de utilização, sendo alguns deles: reforço plástico, produtos esportivos, náuticos e reforço.

Ainda é possível encontrar telha de fibra de vidro, que é mais resistente e substitui as de cerâmica, que são mais utilizadas.

Fonte: hdtechnology

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.