7 passos para fazer um excelente conserto de sua prancha

Não vá dar uma de Shaper, mas saber bem como fazer consertos leves na sua prancha é extremamente crucial, tendo em vista que danos à prancha são inevitáveis.

Abaixo você vai saber como fazer um excelente conserto de sua prancha e, mais importante do que isso, vai receber uma informação cuidadosa e precisa para te auxiliar quando mais precisar. Sabe, acho que é uma boa ideia você pensar na seguinte imagem:

Imagine que você tá de boa, num domingo normal, e decide descer pra pegar umas ondas porque tá estressado e quer dar uma relaxada. O mar tá meio que liso demais e tu fica por lá na areia. O tempo vai mudando de repente e umas ondas boas começam a aparecer. Você entra e, logo na primeira onda que tu pega, consegue um baita tubão. Aqueles três, quatro ou cinco pequenos e bem espaçados segundos te demoram uma eternidade para acabar. Você agora consegue ver cada detalhezinho, desde a posição de seus pés, a mudança de base e até o que faz com os braços para ajustar o ponto de equilíbrio. Pô, no meio lá do tubão você olha pra frente e, num segundo que passa rápido, você vê um leve teco na prancha e pensa “preciso consertar isso”. Continue viajando no tubo e, toda vez que essa memória aparecer, volta aqui nesse guia até ter decorado.

Vaaamo lá!

1 – Escolha qual resina irá utilizar: epóxi ou poliéster.

Para esse assunto, leia este artigo para decidir, exatamente, qual você precisa utilizar para sua prancha de surf.

2 – Compre os materiais certos para o conserto.

  • Monômero.
  • Tecido de fibra de vidro.
  • Lixas 80, 220 e lixa 400.
  • Água de Coco (Opcional).
  • Luvas e máscara (Recomendado).
  • Pigmento Para A Solução. (Opcional).

 

4 – Deixe a prancha secar completamente.

Um erro comum que amadores cometem é reparar a prancha ainda molhada.

Mas você sabe o que significa “molhada”?

Da mesma forma que pode abrir um buraco na tua prancha que você queira reparar, pode entrar água por esse buraco e se alojar na prancha.

A recomendação aqui é manter a prancha próxima ao sol por dois ou três dias. Atenção: não deixe ela exposta diretamente ao sol pois isso pode acelerar o processo de secagem mas, a longo prazo, danificar a sua prancha e aumentar a chance de novos consertos serem necessários.

 

5 – Prepare o local com uma lixa.

Para poder fazer o reparo da sua prancha de surf, é preciso que o local esteja numa altura inferior ao resto da prancha. Isso acontece porque o reparo não é feito unicamente com a resina, mas precisa da capa de fibra de vidro para dar o acabamento e aumentar a eficiência do conserto.

A lixação deve ser realizada com uma lixa número 80. Para saber o quanto você deve lixar e desgastar sua prancha. Tenha em mente a altura da capa de fibra de vidro. A capa não é muito espessa, mas precisa se acoplar plenamente na prancha para que ela possa ficar totalmente lisinha após o conserto.

Além disso, a capa de fibra de vidro é um material que será colocado acima da primeira pincelada de resina e, depois que ela for aplicada, outra camada de resina será aplicada.

A preferência é preferir lixar mais fundo do que mais raso, se você não souber a altura ideal. Isso acontece porque se você lixar mais fundo, basta reparar colocando outra camada de fibra de vidro e mais resina. Aumenta o espaço que você pode trabalhar.

Lixado corretamente, na profundidade ideal, agora é o momento de retirar o excesso.

Não sopre!

Você deixou sua prancha secando três dias para poder realizar o conserto perfeito. Por favor, não estraga tudo soprando no local que nosso sopro contém minúsculas gotículas de saliva que podem atrapalhar na fixação da resina.

Só para fixar: qualquer líquido, nesse momento, é muito prejudicial.

 

 

6 – Realize o conserto do local.

Proteção

As soluções que vocês vão trabalhar são bastante tóxicas e exalam odores nocivos, então é uma boa fazer este procedimento com proteção adequada, como uma máscara e um lugar ventilado.

“Pô, vou comprar isso aí não, é só um tequinho!”

Tudo bem, então garanta que, pelo menos, você fará o conserto num local ventilado e aberto, como na garagem de casa ou num local próximo da praia mesmo, bastando ter cuidado com a galera que chega molhada perto da sua prancha.

 

Preparando Tudo

  1. Mesa para as soluções. De preferência, uma lugar onde todos os ingredientes fiquem organizados e prontos para serem usados nas soluções.
  2. Apoio para a prancha. Use duas cadeiras ou o que encontrar para estabilizar sua prancha numa posição em que o buraco fique virado para cima. A posição correta ajudará muito na aplicação, principalmente se for nas bordas.
  3. Aplique o esparadrapo. Isole o perímetro do teco com esparadrapos ao redor. Dê uma distância de 5~10cm, a depender do tamanho do conserto.
  4. Corte os tecidos de fibra de vidro. Corte dois pedaços, sendo um de tamanho um pouco maior que o local lixado e outro com ¾ do tamanho.
  5. Use a máscara e luvas, caso possua, ou garanta que você está num lugar ventilado e aberto. Nunca faça esse procedimento num mini-galpão fechado, por exemplo.

 

Consertando Sua Prancha de Surf

  • Se for um buraco, aplique a resina no lugar. Você pode derramar com um recipiente caso queira, mas faça-o cuidadosamente. É preferível utilizar algo mais sensível, como uma espátula como aquelas de café. Preencha o buraco inteiro até chegar na altura da prancha, sem derramar.
  • Deixe secar por 24 horas.
  • Laminação. Tapado o buraco ou se seu problema for só uma luxação, misture 50g de resina e monômero com 5 a 10 gotas de catalisador.
  • Pincele o lugar lixado com a solução de resina e, depois, aplique o pedaço maior de tecido. Logo depois, pincele novamente até o tecido ficar ensopado e desaparecer. Aplique o segundo pedaço.

Aguarde 5 horas para secar.

  • Coating. Misture a resina de parafina com o catalisador e pincele o local. Isso vai permitir lixar a resina. Aguarde 2 horas para secar.
  • Lixe o local com a lixa 80 para tirar as maiores imperfeições e ajustar a altura. Depois, use uma lixa 220 para refinar ainda mais e, por fim, finalize com a lixa d’água 400.

 

7 – Passe esse guia adiante.

E aí, foi bom pra você? haha.

Pois é, tem uma galera que poderia se dar bem com esse guia em mãos. Vai lá e manda pra eles também! Mahalo!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.